0

Truques Mentais Para Ter Sucesso Nos Treinos

Sucesso nos treinos

Você tem se dedicado nos treinos e mesmo assim não consegue alcançar os seus objetivos? Saiba que o problema pode ser psicológico.

Os mecanismos utilizados pela mente para alterar o nosso metabolismo ainda são um mistério que os estudiosos tentam solucionar. Mas, uma coisa é consenso: o que você pensa durante a realização de algum exercício pode, sim, alterar o seu corpo tanto quanto uma boa série de agachamentos, saiba como ter sucesso nos treinos.

1. Tenha objetivos claros

Sucesso nos treinos

Pode parecer algo fácil, mas é comum idealizar muitos objetivos sem, de fato, ter em mente um plano para alcançá-los. Estipular metas é o primeiro passo para conseguir alcançar o que se deseja.

Comece determinando uma frequência para você realizar o exercício e um tempo limite para completá-lo. Conforme for ganhando mais habilidade, é possível ir acelerando o tempo.

2. Fracassos fazem parte do crescimento

É comum que as pessoas olhem muito para as suas vitórias e tentem esconder as derrotas. De acordo com Aquino, este é o erro. Aceitar e analisar os fracassos criticamente é necessário para identificar falhas técnicas ou comportamentais. Só assim será possível ultrapassar esta barreira.

“A vida não é feita só de sucessos ou de vitórias. Os fracassos ensinam alguma coisa. Eles nos fazem parar e prestar atenção em pontos que estão deficientes”, explica a coach.

3. Seja imparcial

Nem tudo precisa ser ou 8 ou 80. É preciso evitar ser ansioso e tirar conclusões precipitadas. Quando você começa a fazer academia, por exemplo, ganhar peso não necessariamente significa fracasso, e sim apenas o ganho de massa muscular.

Quando se está muito envolvido em uma situação, pode ser difícil manter uma posição neutra, mas é importante não avaliar se algo é bom ou ruim antes de o processo ser finalizado.

4. Observe os sinais do seu corpo

Manter a concentração durante exercícios longos pode ser difícil. No caso de corredores, o percurso distante acaba se tornando um desafio à parte. A cabeça começa a se entediar com os movimentos monótonos e a se cansar.

Nesses casos, o melhor é focar a atenção no próprio corpo. Prestar atenção à respiração, ao barulho da passada ou movimento do braço, por exemplo, podem ajudar a tirar o foco do tempo e do percurso.

5. Autoconhecimento faz toda diferença

O primeiro passo para acabar com o autojulgamento é você enxergar e aceitar quem você realmente é, com as suas limitações e possibilidades. “Enxergue o seu talento, saiba até onde você é capaz de ir naquele momento”, ensina Aquino.

 

Amanda

Deixe uma resposta